Porque Investir Em Madeira Nobre

GUANANDI

investir1 Porque Investir Em Madeira Nobre

Veja Porque Investir:

As vantagens de se investir em uma floresta em andamento, que no nosso caso o ganho de tempo é de 8 anos de desenvolvimento dentro de um universo de 19 anos. Outro ponto é que não terá a dor de cabeça no campo, de gerenciar funcionário e todos os custos que uma propriedade rural tem, principalmente porque tem uma atividade comercial que ocupa seu tempo, não tendo sobra para se dedicar a atividade rural.

Nesse formato você não deixa de participar ativamente no processo, pois pode visitar a floresta e acompanhar o desenvolvimento dela. As árvores estarão ali crescendo com a sua ajuda indireta e de lá só sairão no momento dos cortes que acontecerão em 2016 e 2023. portanto uma espera de 11 anos. As árvores são produzidas de forma profissional e a madeira com certeza trará o retorno esperado associado ao sequestro de carbono CO².

 

Veja Porque Investir:2 gr Porque Investir Em Madeira Nobre

Mercado

O mercado de madeira em nível global só tem crescido. Por essa razão, investir nesse segmento é mais do que indicado para quem deseja obter altas taxas de retorno. Nos Estados Unidos, por exemplo, enquanto a Dow Jones registrou um incremento médio de 50% entre 1994 e 2004, o índice de valorização das Empresas que trabalham com madeira foi quatro vezes maior. Da década de 1970 para cá, o desenvolvimento do setor de produtos florestais só foi superado pelo da indústria petrolífera.

Existem vários motivos para plantarmos Guanandi, certamente se você já pesquisou na internet ou com seus amigos que já conhecem a espécie verá que existem muitas opiniões a respeito da primeira madeira de lei do Brasíl, mas afinal, realmente podemos ganhar dinheiro com plantio de Guanandi? Quais são os outros benefícios dessa madeira?  Conheça um pouco mais dos motivos pelos quais fazem essa espécie  ser tão nobre e requisitada.

COMPARANDO

Quanto à comparação com eucalipto, embora madeira excelente para celulose e papel, é madeira inferior ao Guanandi, este sim, madeira de Lei para movelaria fina, uso naval porque é imputrescível em contato com a àgua, reconhecido desde os tempos do império, tendo merecido o primeiro decreto imperial brasileiro em 1835, declarando o Guanandi a primeira madeira de Lei do país. Dessa forma, o eucalipto e o pinus são muito plantados para indústria de papel (Aracruz, Votorantin, Aracel, etc.) sendo cotado em tornno de R$ 50,00 o metro cúbico, enquanto uma madeira de Lei como a Teca, o Guanandi e o Mogno tem valor de mercado em torno de US $1.500,00 o metro cúbico, portanto um preço pelo metro cúbico 60 vezes maior que o eucalipto e o pinus.

Enquanto as madeiras de Lei e nobres como o Guanandi, a Teca e o Mogno estão em extinção e são raras, sem a minima possibilidade de suprimento da demanda ( o que faz com que os preços no futuro cada vez mais aumentem), por outro lado, o eucalipto e o pinus tendem, no futuro, terem um excesso de produção, podendo seus preços se estabilizarem e até regridirem. Por isso, em termos de segurança de investimentos, além de melhores preços, vale mais a pena investir na raridade do Guanandi do que em eucalipto, pinus, etc…

TIRE SUAS DÚVIDAS

 CLIQUE AQUI!

ENTRAREMOS EM CONTATO O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL